Rádio Manifesto Norte - O espaço da musica independente.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

O ROCK ESSENCIAL DA BANDA ESSENCE


A banda ESSENCE é o maior exemplo de que o rock amazonense tem sim espaço na cidade, competindo e sendo valorizado pelo público local, sempre tocando suas músicas próprias que são cantadas em coro pelos fãs e até mesmo por aqueles que desconhecem a banda.

A primeira vez que ouvi uma música da ESSENCE na rádio, eu juro que eu fiquei muito feliz, até por que eu já tinha o cd da banda e conhecia a música, “garota complicada” eu estava indo pro trabalho e a música tocou na rádio, ali naquele momento eu achei sinceramente que esse seria o primeiro passo para os trabalhos das bandas locais serem finalmente reconhecidos... Pena eu estar errado, assim como muitos outros também se enganaram.

No mesmo dia que ouvi a música no rádio, liguei para minha esposa que na época ainda era minha namorada e pedi pra ela deixar passar meia hora e depois tentasse ligar pra rádio dizendo que ouviu uma música chamada “garota complicada” e gostaria de pedi-la, então ela fez tudo certo como o combinado, nossa intenção era divulgar ainda mais a música, pena que quando conseguiu falar e pedir a música ouviu a seguinte resposta da atendente da rádio.

- parem de ficar ligando pra cá, sabemos que você é  amiga ou faz parte da banda, peça outra música ou então não ligue mais!

 Minha esposa ficou toda errada, e quando me contou isso tudo eu saquei o que acontecia de verdade nesse maldito mercado de rádios e gravadoras, aconteceu comigo também quando liguei pedindo amanhecer dirigindo; Luciana e outras músicas de bandas da terra, não se espantem com essas bandinhas que tocam na rádio todos os dias, são na grande maioria favorecidas ou então pagam o famoso “jabá” para terem suas lindas cançõezinhas choradas tocadas.

Fora esses boicotes das rádios e gravadoras, ainda existem um bando de adolescentes e roqueiros alienados que não respeitam o trabalho de bandas como a ESSENCE pelo fato de tocarem músicas um pouco mais comerciais, e esses mesmos alienados adoram ouvir legião urbana, capital inicial e outras bandas do mesmo gênero, então por que esse desrespeito?

Muitos não sabem, mas o rock também é uma forma de alienação, pois o verdadeiro amante do rock ouve tudo o que deriva do rock, respeita as bandas que abriram as portas, que criaram e que morreram pelo rock, esses sim entendem o significado do rock, mas quando a pessoa se torna alienada, elas entram para essas ditas tribos urbanas e acabam usando rédeas sem perceberem, achando-se cheias de atitude.

O rock da banda ESSENCE é importante  para nossa cultura, a banda em si merece todo o respeito do público rocker da cidade, pois quem não viaja ouvindo RAINY DAY ou então me digam que garota apaixonada não se torna uma GAROTA COMPLICADA, existe a mais pura verdade no trecho do verso “já faz um tempo e ninguém mais falou de amor...” da música DIAS DE GUERRA. Eu respeito pra caramba as composições da banda ESSENCE, e não vejo diferença nenhuma para as bandas do eixo Rio-São Paulo, a não ser nas oportunidades recebidas e pelo reconhecimento local que aqui ainda é pouco valorizado nas noites da cidade, onde o forró comanda as casas noturnas e  a grande maioria dos bares de rock dão prioridade às bandas que vivem tocando couver de outras bandas, o que eu acho perda de tempo, ainda mais quando essas mesmas bandas fazem shows para comemorarem anos de estrada tocando música dos outros, eu não teria nenhum motivo para comemorar isso, ao contrário de bandas como a ESSENCE que até hoje lutam contra esse impropério anti-comercial que ainda enche a mente dos empresários da noite.

É como se a mídia local insistisse em querer mostrar nossa cultura somente como boi-bumbá, índios e encontro das águas; depois quando acontece algum novo episódio como no caso do baterista semi-analfabeto daquela bandinha RESTARDADOS o povo fica revoltado e indignado.

A banda ESSENCE já representou o nosso estado nos maiores festivais de música do país, isso é motivo de orgulho para todos nós, verdadeiros amantes do Rock  n’ Roll local.
A banda acabou de lançar seu mais novo DVD, foram batalhas e lutas infinitas para finalmente acontecer  seu lançamento, e novamente com um grande show aberto ao público. A guerra mais um vez foi vencida, desejo a banda ESSENCE todo o sucesso de público e critica nessa nova jornada, e que continuem fazendo suas músicas entrarem em nossas mentes  para que o Brasil conheça o essencial do rock manaura que nunca desiste, pois a ESSENCE permanece!










  

segunda-feira, 25 de julho de 2011

AMY WINEHOUSE MORRE E ENTRA PARA O HALL DOS 27

Agora o que mais se lê e ouve-se falar é da vida sedentária que a Amy Winehouse levava, completamente desregrada e movida a muito álcool e drogas pesadas, então as pessoas  ficam se perguntado “ por que ela vivia desse jeito meu Deus?” outros ficam lhe criticando e julgando seu comportamento com comentários sem contexto  e de falsa moral.

Quero dizer que a Amy e todos os outros astros do rock mortos aos 27 anos nunca fizeram parte desse mundo! 


Existem pessoas que usam a música como trabalho para viverem bem pelo resto da vida, para serem idolatrados e milionários, passando anos rimando amor com dor; prazer com você; dançar com cantar e outras rimas de músicas sem graça,  de cunho apelativo e enjoativo que só fazem sucesso ou ficam marcadas naquele momento, pois será impossível ouvir a mesma música depois de um ou dois anos, já o  pessoal dos 27 não viam a música dessa forma, eles sentiam a arte fazer parte da vida, sem se importar com o sucesso ou a critica, para eles o que importava era a imortalidade de sua arte, por isso suas obras são tocadas e passadas de geração em geração por todo o mundo, saem dessa vida de maneira meteórica para viverem na eternidade da arte.

Muitas pessoas dizem “o dinheiro não traz felicidade!” Mas usam esse ditado apenas da boca para fora, pois geralmente passam o resto da vida jogando na mega sena para  tentarem se tornar milionários. A vida desregrada de Amy Winehouse é a verdadeira prova desse ditado em todos os sentidos, pois prova que o dinheiro compra sim alegrias de momento, mas realmente não compra a felicidade por completo, ainda mais quando você vive com intensidade todos os seus momentos como se fossem os últimos, quem pretende ter uma vida longa não se importa com nada disso,  já que para essas pessoas o que importa é viver e se estabilizar na sociedade, morrendo velho sem ter feito história, e nunca ser lembrado.

Como disse antes, os 27 não vieram ao mundo para morrerem velhos ou serem exemplos de comportamento, pelo contrário eles vieram para darem em vida a sua própria vida pela arte, e deixando sua arte para toda a vida das pessoas. O mal das pessoas é sempre em querer idolatrar os seus artistas, o que eu acho errado demais, pois creio que devemos idolatrar a sua arte cantando suas músicas e não contando suas vidas,  muitos não estavam prontos para a fama, e mesmo sonhando com os holofotes da mídia não imaginavam que seriam iluminados de verdade, os vícios existem e devoram o corpo antes mesmo de tentarmos resgatar nossa alma, a Amy com toda a certeza tentou se livrar dos seus demônios, mas muitas vezes nossos demônios são mais fortes que nossos santos, e sem a devida ajuda fica difícil se libertar, fora todo esse papo de que foram feitos pactos com o diabo em encruzilhadas, vendas de almas etc. os 27 são os levitas do mundo, foram e serão para sempre lembrados pelos amantes da arte e odiados pelos conservadores de plantão que adoram condenar e julgar o comportamento individual do ser humano.

Espero que agora a Amy Winehouse esteja em paz cuidando das feridas da alma, sua vida não foi em vão, Ela entregou-a ao mundo e deixou sua mensagem para as novas gerações, o seu recado foi dado com a própria vida, as drogas destroem por completo e os vícios nos perseguem , cabe a cada um de nós lutarmos e nos protegermos  antes mesmo de começar a experimentar os ditos prazeres que o mundo oferece, que em excesso levam a destruição por completo sem piedade e de forma bastante dolorosa.

Para finalizar gostaria de deixar meus pêsames a todos os fãs da cantora Amy Winehouse, que continuem a  ouvir suas músicas e guardem dela somente a arte, que não levem como exemplo as críticas maldosas e preconceituosas feitas por pessoas que talvez nem consumam qualquer outro tipo de drogas, mas que fazem desse mundo a maior droga de todas, ou seja, a falta de amor.